segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Ex-cangaceira Aristéia

Na tarde de 08 de Janeiro de 2012 acompanhado do escritor João de Souza Lima e do Prof° Antônio Galdino, pudemos passar uma boa parte do dia ao lado da extraordinária ex-cangaceira que ao longo de seus 98 anos de idade não demonstra nenhum sinal de esquecimento dos velhos tempos de cangaço quando participava do pequeno grupo do cangaceiro Moreno. Segundo a própria Aristéia lembra perfeitamente da "buniteza" da sua amiga de grupo Durvinha,esta companheira de Virgínio,mas com a morte de Virgínio Durvinha passou a ser companheira de Moreno até o fim de suas vidas, Aristéia era mulher do cangaceiro Catingueira que foi morto em um confronto pela volante,após a morte de Catingueira ela decidiu abandonar o cangaço seguindo conselhos de Moreno e Durvinha. O cangaceiro Cruzeiro era apaixonado por Aristéia,propondo-lhe que permanecesse no cangaço com ele,mas ela não permaneceu,estava decidida a seguir sua vida em outro lugar,até hoje ela guarda os brincos de ouro que o cangaceiro Cruzeiro lhe tinha dado,inclusive Pedro Soares filho caçula de Aristéia presenteou João de Souza Lima com um dos dois brincos que será guardado pelo escritor para exposições.
Sobre Lampião e Maria Bonita Aristéia diz nunca ter visto nenhum dos dois.
Sobre Benjamim Abraão "o fotógrafo libanês" ela diz ter visto ele varias vezes,era feio e mulherengo.
Sobre Pe.Cícero diz nunca ter conhecido.
Sobre Moreno e Durvinha diz ter sido grande amiga dos dois,realça ainda a formosura de Durvinha.
Sobre o cangaceiro Virgínio, vulgo "moderno", ela diz ter sido um cangaceiro muito bonito chamava atenção das mocinhas.
Aristéia era irmã de uma outra cangaceira, a Eleonora, companheira do cangaceiro Serra Branca ambos foram abatidos em um confronto pela volante tendo suas cabeças decapitadas.

 Aristéia Soares 98 anos de idade,natural de Canapí-AL

 Pedro Soares, filho caçula e José,filho mais velho

 Pedro Soares,escritor João de Souza Lima e Prof° Antônio Galdino

 Glauber Araujo



Nenhum comentário:

Postar um comentário